SERINHAÉM

A palavra Serinhaém é uma palavra tupi e o seu significado pode ser entendido coo Bacia ou Viveiro de Siris. A expansão dos portugueses em busca de rios onde pudessem plantar cana de açúcar e engenhos para produzir o açúcar. Foi dessa maneira que os tupis foram expulsos e deixaram a palavra para lembrar a sua presença. Pessoas das famílias Accioly, Siqueira, Uchoa, Peres, Campelo e Barros foram os primeiros europeus da região.

O povoamento dos portugueses começou com da pequena Vila Formosa de Serinhaém que cresceu em tornou de uma capela dedicada a São Roque, construída próximo ai Rio Serinhaém, nos idos de 1614. São Roque era bastante popular entre os portugueses que garantem terem sido protegidos de um peste graças a sua interseção. Poucos anos antes da invasão dos holandeses a vila passou a ser conhecida como de Nossa Senhora da Conceição. Naquele período, havia 13 engenhos funcionando às margens dos rios. Os holandeses tentaram conquistar Serinhaém em 1632, mas só conseguiram após a chegada de Maurício de Nassau. As terras de Serinhaém iam até Alagoas e foi a última região do sul de Pernambuco a ser conquistada pelos holandeses. Também foi a primeira região a libertar-se do domínio flamengo, já no ano de 1645, com tropas comandadas pelo capitão Paulo da Cunha Souto Maior e Vidal de Negreiros. Economicamente sempre esteve ligado à produção de açúcar. No ano de 1877 foi fundada a Usina Trapiche por José Maria Cordeiro da Cunha, em terras do antigo Engenho Trapiche que pertencia a Gaspar de Menezes Drumond. No ano de 1895, já no período republicano Serinhaém foi elevada á condição de cidade. Mas em 1919 perde parte de seu território, o distrito Cucaú, para Rio Formoso.

O município é habitado por cerca de quarenta mil pessoas cuja economia gira em torno da cana de açúcar, um pouco de lavora e do turismo nas suas praias.

Fontes:

http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1

Texto escrito por: Manuela Guedes e Severino Vicente da Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *